O cenário atual nos mostra que as demissões, estão cada vez mais ganhando um novo formato, sendo compartilhadas nas redes sociais, especialmente no Tik Tok. Profissionais têm gravado suas próprias demissões, e os vídeos acumulam milhões de visualizações. No entanto, especialistas afirmam que a prática da “demissão responsável” ainda está em uma fase inicial de desenvolvimento no país.

A falta de transparência é uma das principais queixas dos profissionais demitidos, que muitas vezes recebem a notícia sem nenhum feedback anterior ou são desligados por chamadas de vídeo de menos de um minuto. Isso reflete o despreparo das lideranças, que muitas vezes só vão pensar em como fazer uma demissão quando precisam, de fato, demitir e não sabem como conduzir esse processo delicado.

Segundo especialistas, é possível realizar demissões de forma responsável, minimizando os impactos na vida emocional e financeira do profissional. Isso envolve um processo que antecede a demissão, incluindo a prática de feedbacks e, caso necessário, a preparação para cortes em massa.

A cultura de transparência permite que tanto funcionários quanto empresas tenham uma visão mais clara sobre o processo de demissão, evitando impactos negativos na reputação da companhia e na carreira do profissional. No entanto, especialistas ressaltam que é importante agir com cautela ao gravar a própria demissão para evitar possíveis consequências legais e danos à carreira.

Se sua empresa está buscando orientação trabalhista especializada, a BRG Advogados está pronta para ajudá-lo a lidar com tais questões e as peculiaridades com a legislação trabalhista. Entre em contato conosco para saber como podemos ajudá-lo a aproveitar essas novas oportunidades e manter-se atualizado sobre as últimas mudanças e notícias do mercado.

Fonte: Estadão

Related Posts

Leave a Reply

YouTube
LinkedIn
Instagram
Fale conosco - (11) 94523-8054